BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, janeiro 20

Ela deixou os chinelos na areia,

saiu correndo em direção ao mar. Não quis entrar, ficou apenas com os pés na água, parou pra olhar o horizonte.
Era uma mulher estressada, tinha toneladas de responsabilidades sobre suas costas, não dava a atenção que queria aos filhos, seu casamento há muito não era mais como ela sempre sonhou, mas naquele momento, só naquele momento, sentia-se mais feliz que nunca, a sensação de liberdade tomava conta de tudo, até sua respiração se dava livre, e o seu pensamento naquele momento era simplesmente uma cor. Ela pensava em azul, e o azul que estava na mente se juntou com o azul do mar que também já se juntara com o azul do céu. E ela ficou ali, por apenas alguns minutos, minutos esses tão intensos quanto uma eternidade.
Era tudo o que precisava para continuar, precisava apenas daqueles minutos para resolver tudo o que tinha que resolver, apenas daqueles minutos para mesmo com a cabeça estourando de dor, organizar um jogo na sala com os filhos e rir muito com eles, só aqueles minutos para ser mais tolerante com o marido e entender que o peso que ele carregava não era menor que o dela e ter esperanças para continuar a ama-lo.
Então ela suspirou leve, deu as costas para o tão azul, pegou seus chinelos e saiu caminhando. Entrou no carro, retomou conciência e foi pra casa se aprontar para mais uma reunião massante do trabalho.

7 Espantos:

Ju Fuzetto disse...

Flor, intenso e leve como uma brisa!!!

Tô adorando seu cantinho, cada vez que passo por aqui, me encanto!!!


Beijo carinhoso

Pâmella Ferrari disse...

Obrigada pelos parabéns, linda!

Costureira de estrelas. disse...

Todo mundo precisa pensar em azul vezenquando!! Agradecida pela visita em meu blog... E pelos elogios ;)
Gostei muito do seu blog tb! Estou seguindo... Beijos na alma :*

Letíciaa :) disse...

lindo,lindo,lindo *-*
perfeito :)
beijs ;**

Ígor Andrade disse...

Oi Bahh!
Eu sou meio chato pra gostar da escrita alheia, mas você me encantou.
Bem madura!
Quanto a ser seguidora, liga não, uma hora dá certo. rs
Grande abraço!

Leandro blogger disse...

você escreve de um jeito um...tão singular, como se vc tivesse de alguma forma vivido tudo o q escreveu...

Fico me perguntandom por onde a mente dessa menina anda quando ele pega lapis e papel.

Deve ir longe, longe e alto...Deve voar rumo ao infinito.

Seria fácil deixar-se para tras nossos problemas como um par de chinelos... Que pena q as coisas nao são assim!

Vulgo , K isser. disse...

a gente tem que da um pouco de atenção para tudo. se dedicar só ao trabalho e esqueçer de tudo é muito chato !!
me segue ?? estou te seguindo
bjs