BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, dezembro 7

Ela simplesmente se sentia despedaçada,

Como se cada milésimo do seu corpo estivesse sendo mastigado por um lobo feroz de dentes afiados.
A verdadeira dor não era física, era pior que isso, tão ruin quanto um veneno letal, veneno este produzido dentro de sua consciência, passado para o seu coração e que se espalhou vagarosamente por todo o corpo, queimava primeiro, depois mastigava tudo.
 Suas lágrimas se não fossem pretas devido à maquiagem dos olhos poderiam ser vemelhas como sangue, um sangue sujo de arrependimento, de angustia.
A pior sensação era sentir nojo de si mesma, vontade de vomitar-se a alma, o coração, arrancar toda aquela amargura corroziva.
Não podia mais suportar aquilo, seria capaz de fazer qualquer coisa para fazer parar se ao menos conseguisse se levantar do chão. Era triste de ver, uma mulher que sempre foi tão forte, tão segura ali, reduzida a trapos no pé da cama, chorando inconcientemente com os olhos fixos em algo que só ela via. O que ela via? Provavelmente todas as coisas que foi capaz de fazer, ou melhor, tudo o que foi capaz de perder.
Uma mulher que perdeu quem mais amava por não saber o valor que ela tinha.
As roupas dele ainda estavam lá, provavelmente ele não iria busca-las. E ela facilmente ficaria ali, esperando que ele voltasse. Ele não voltaria.

1 Espantos:

Kaique disse...

melancoliko !!! Mais muito foda *--*